A MIBGAS lança a negociação de produtos de gás natural em armazenamentos subterrâneos (comunicado de imprensa)

A MIBGAS acaba de lançar a negociação na sua plataforma de produtos de gás natural nos armazenamentos subterrâneos, no denominado Almacenamiento Virtual de Balance (AVB), proporcionando assim uma maior flexibilidade aos agentes para equilibrar o seu balanço de gás, de acordo com a Circular 2/2020, de 9 de Janeiro, da Comisión Nacional de los Mercados y la Competencia (CNMC), na qual se estabelecem as normas de balanço de gás natural.

Por outro lado, entram também hoje em vigor outras alterações no mercado do gás. Nomeadamente, um novo modelo de balanço de gás para os terminais de regaseificação e armazenamentos subterrâneos de gás. O modelo é semelhante ao da rede de transporte, no qual se parte de uma posição de desequilíbrio nulo de cada utilizador ao início do dia.

Maior flexibilidade e segurança para os utilizadores do sistema de gás

Em função das necessidades de cada utilizador, este pode comprar ou vender gás na MIBGAS e na MIBGAS Derivatives em cada um dos três sistemas de balanço: na rede de transporte ou “Ponto Virtual de Balanço” (PVB), nos terminais de regaseificação ou “Tanque Virtual de Balanço” (TVB) e nos armazenamentos subterrâneos ou “Armazenamento Virtual de Balanço” (AVB). Sempre com transacções firmes e sem restrições de rede. O Grupo MIBGAS proporciona, deste modo, uma flexibilidade adicional aos utilizadores, de forma a poderem adquirir ou vender gás em cada ponto virtual e evitar penalizações por desequilíbrios.   

Assim, a MIBGAS Derivatives contribui simultaneamente para o aumento da segurança no sistema de gás. Por exemplo, um desequilíbrio negativo de um utilizador no TVB significa que aquele consumiu mais gás natural liquefeito do que o que dispunha; pode então recorrer à MIBGAS Derivatives para adquirir o volume de gás que lhe permita estar equilibrado, evitando assim as penalizações por desequilíbrio. O mesmo acontece na rede de transporte (PVB) ou nos armazenamentos subterrâneos (AVB). Torna-se evidente a mais-valia implícita no facto de as transacções na MIBGAS serem físicas e não financeiras.

Por outro lado, o sistema de gás espanhol reforça a sua sustentabilidade financeira a partir do momento em que, também a partir do dia 1 de Outubro, entra em vigor um regulamento que permite ao gestor técnico do sistema de gás (GTS) comunicar em tempo real à MIBGAS a perda de autorização temporal ou total de um utilizador, por falta de garantias financeiras suficientes e incumprimento. É assim reforçado o papel da MIBGAS como Gestor de Garantias do sistema de gás, bem como a segurança por ela proporcionada.

Quatro armazenamentos subterrâneos que conformam um virtual

Existem em Espanha quatro armazenamentos subterrâneos de gás natural (Serrablo, Gaviota, Yela e Marismas) que será negociado num só ponto virtual (AVB). Isto significa que durante a negociação – através da MIBGAS Derivatives – o gás é comprado e vendido de forma anónima e sem restrições, independentemente da sua localização física. Inicialmente, serão negociados no AVB os produtos Intradiário e Diário.

O arranque da negociação no AVB, em conjunto com as novas regras do sistema de balanço, são duas das mudanças baseadas na nova regulamentação do sistema de gás espanhol aprovada este ano pela Comisión Nacional de los Mercados y la Competencia (CNMC).

Em síntese, com a implementação de todas estas melhorias regulamentares, a MIBGAS avança mais um passo na promoção da liquidez no mercado organizado do gás e na criação de un hub de referência de gás e gás natural liquefeito no sudoeste da Europa.

A MIBGAS conta actualmente com um total de 128 agentes registados, sendo negociados na sua plataforma os produtos spot e prompt até ao Mês Seguinte (M+1) incluído, ao passo que na MIBGAS Derivatives – empresa subsidiária da MIBGAS – se negoceiam produtos futuros de gás natural e spot de GNL, aos quais se juntam agora os produtos em armazenamentos subterrâneos. Do mesmo modo, é também oferecido o serviço de registo de operações bilaterais OTC.